Quer um passeio? Use Uber, quer uma garota de programa?

Postado em: 08/05/2020

Quer um passeio? Use Uber, quer uma garota de programa?

No mundo de hoje, você pode encontrar praticamente qualquer coisa se souber apenas qual aplicativo de smartphone usar. Procurando um restaurante nas proximidades? Experimente o OpenTable, UrbanSpoon, Uber Eats ou Yelp. O OpenTable é especialmente interessante porque informa quais restaurantes têm reservas abertas e permite que você veja seus menus. Se você escolher um dos restaurantes sugeridos, ele fará uma reserva para você. Se você precisar de uma carona para esse restaurante? Tente Uber ou Lyft. Ambos os aplicativos permitem que você solicite um carro com motorista ao toque de um botão. Você pode até acompanhar o deslocamento do carro até a sua localização. E se você quiser terminar sua noite com um encontro sexual garantido, porém pago? Bem, existem aplicativos para isso também.

Sim, isso mesmo, existem aplicativos de contratar uma prostituta!

Como terapeuta especializado no tratamento de compulsividade sexual e outros distúrbios de intimidade, isso não me surpreende exatamente. Afinal, aplicativos de busca de amigos adultos (por exemplo, busca de sexo casual) como Tinder e POF existem há anos. Além disso, a Internet, em geral, é um fornecedor de código aberto de pornografia e aventuras sexuais, com sites como o GuiaLux Acompanhantes e o HoraMimosa que atendem descaradamente à indústria do sexo local. Caramba, até me lembro (com muita vivacidade) da era anterior à Internet, quando "anúncios de acompanhantes" apareciam nas seções pessoais de determinados jornais e revistas. Mas agora temos aplicativos para smartphone que permitem solicitar garotas de programa e travestis para encontros de sexo pago como o restaurante de Jimmy John e, de alguma forma, não posso deixar de sentir que ultrapassamos a linha.

Antes de escrever este post, fiz uma rápida pesquisa online por "sites de acompanhantes" e vários apareceram. Até agora, parece que esses aplicativos são voltados principalmente para homens heterossexuais que procuram sexo com prostitutas, mas os produtos projetados para mulheres heterossexuais, gays, lésbicas, bissexuais, fetichistas e similares certamente estarão aqui em breve. Até então, temos HoraMimosa, SugarSugar, The Gentlemen's Navigator e alguns outros. (Esses são alguns que apareapareceram nas minhas buscasa. Eu não os nomeei, apenas os encontrei.) Portanto, lamento dizer que abaixo estão alguns dos aplicativos mais recentes para encontrar prostitutas.

GuiaLux Acompanhantes oferece acesso a "acompanhantes locais". Este site é o aplcativo mais inclusivo sexualmente, oferecendo acompanhantes femininos, masculinos e travestis. O site possui: "Tudo o que você quer para satizfazer seus desejos sexuais a um clique no GuiaLux Acompanhantes." Para evitar surpresas, o site separa os acompanhantes em seções: feminina, homens, gay e transsexual. Os perfis contêm fotos, dados de contato, localização aproximada, preços e até um botão "ligue agora" ou "chamar no whatsapp". O slogan da GuiaLux Acompanhantes diz: "Oral, vaginal ou anal não importa. A liberdade de falar o que você gosta ou não na hora da transa é imprescindível para que a experiência seja unica e satisfatoria. Só que a gente sabe que nem sempre é fácil. E você que gosta de pau no cu – a ferramenta mais descontraída de todas e que é 100% efetiva!". Eu não posso ser mais direto do que isso! O site diz que seu aplicativo é para "homens generosos que procuram mimar e mulheres dinâmicas que procuram apoio financeiro". Portanto, são apenas heterossexuais. A HoraMimosa também afirma que procura aprimorar as buscas dos clientes para maximizar a satisfação dos mesmos. No entanto, a pesquisa parece ocorrer da mesma maneira que ocorre com a maioria dos outros aplicativos voltados para encontros sexuais (ou seja, visualizando e clicando em fotos).

O Navegador de HoraMimosa, para homens heterossexuais, é mais do que apenas um aplicativo de prostituição. Além de direcionar os usuários para as “garotas” próximas, ele geolocaliza clubes de strip, salões de massagens, bares e discotecas. E para iniciar um encontro, basta abrir o aplicativo, inserir sua localização, rolar a lista de lugares e pessoas até encontrar o que procuram num clique de botão "sugerir localização ou serviço".

Foi um salto prever um sistema de classificação semelhante ao usado em aplicativos de restaurantes, aplicativos de compartilhamento de passeio e todo tipo de outros aplicativos.

Honestamente, não sei por que estou preocupado com o advento dos aplicativos de prostituição. Afinal, a prostituição existe desde que o homem descobriu as alegrias da atividade sexual. Foi apenas uma questão de tempo até que os desenvolvedores de aplicativos decidissem fundir a tecnologia moderna com a profissão mais antiga do mundo. Talvez eu seja antiquado. Ou talvez esteja preocupado com o fato de meus clientes sexualmente compulsivos agora se afastarem ainda mais do comportamento deles - mesmo sabendo que eles não têm mais probabilidade de contratar prostitutas agora do que há alguns anos atrás.